Posso confiar? O que levar em consideração na hora de escolher a administradora de consórcio imobiliário

Para quem não tem pressa para comprar um imóvel, ou ainda não possui todo investimento necessário, uma administradora de consórcio imobiliário pode ser uma excelente opção. Diferentemente dos financiamentos, os consórcios não sofrem incidência de juros altos, suas parcelas podem ser pagas com taxas menores. Com a valorização dos imóveis, comprar a casa própria sem todo o dinheiro na conta parece impossível. Os consórcios são a saída!

Em matéria da revista Exame, a Abac (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio) estimou um aumento de 16% em 2013 na compra de imóveis através de consórcios. É a opção menos burocrática para comprar seu imóvel.

Mas a escolha de uma administradora de consórcio ideal pode ser uma dor de cabeça. Se você tem dúvidas, o artigo de hoje vai ajudá-lo. Saiba o que é preciso levar em conta antes de fazer um consórcio para adquirir um bem:

Conheça bem a empresa

Pesquise o histórico da administradora de consórcio: isso pode ser essencial para conhecer a reputação de uma empresa. Prefira também aquelas corporações que busquem transparência nas negociações e relações com os clientes. Procure saber se a administradora é autorizada pelo Banco Central e pesquise na Internet os comentários de outros clientes.

Leia o contrato

Conhecer bem um contrato e ler todas as informações e cláusulas é imprescindível. Antes de assinar, esteja ciente do que é apresentado, das condições, seus direitos e deveres. Todas as informações relacionadas ao consórcio devem constar no contrato: seus prazos, os valores de parcelas, as taxas cobradas, entre outros.

Atente-se aos prazos

As administradoras de consórcio não trazem tabelas fixas, cada uma pode oferecer condições diferentes de prazos. Esteja avisado de que, quanto mais tempo o consórcio levar, menores serão as prestações futuras. Se você tem pressa, opte por prazos menores, mas organize-se financeiramente de maneira apropriada.

Entenda os tipos de parcelas

As formas de pagamento podem vir em parcelas lineares ou parcelas decrescentes. As parcelas lineares são aquelas que você sabe exatamente quanto vai pagar ao longo do processo. Já as parcelas decrescentes são aquelas que se amortecem com o tempo, de sorte que começará pagando valores mais elevados. As parcelas decrescentes podem ser ideais para quem tem o futuro financeiro incerto.

Saiba das taxas administrativas

Muito embora não existam os juros, há as taxas cobradas pela administradora de consórcio. Esses valores devem ser informados no contrato, os quais são variáveis de acordo com cada empresa.

Veja se há um fundo de reserva

Esta é outra taxa que pode ser prevista. É utilizada para cobrir custos de prováveis imprevistos, como por exemplo, a desistência. Mas tudo isto deve estar estipulado em seu contrato. Mais uma das taxas variantes de empresa para empresa, por isso é indicado pesquisar antes.

Analise o tempo até o recebimento das chaves

Antes de assinar contratos, tenha em mente o tempo que pode levar para ter as chaves do imóvel em suas mãos. Segundo a revista Exame, os consórcios, em sua maioria, têm prazos em torno de 100 a 180 meses.

Lembre-se que o planejamento financeiro é um fator importante relacionado à escolha de uma administradora de consórcio. Assim você controlará melhor seus pagamentos e despesas.

Gostou deste artigo? Comente aqui no post as suas sugestões ou dúvidas!

 

Adicionar comentário