Consumo planejado: saiba por que você deve aplicar na sua rotina

Por muito tempo, o consumismo desenfreado era a ação de ordem na sociedade. Embora essa característica ainda esteja muito presente, já surgem sinais de caminhos diferentes, como a economia colaborativa. Outra possibilidade consiste no consumo planejado e que pode gerar grandes impactos.

Esse tipo de consumo, especificamente, baseia-se em fazer uma análise completa antes de dizer “sim” para uma compra. Embora seja uma mudança de paradigma, inseri-lo em sua rotina pode trazer ótimos resultados. Continue lendo e descubra quais são eles!

O consumo planejado evita o endividamento

Em maio, o Brasil bateu um recorde negativo e atingiu a marca de 61 milhões de pessoas inadimplentes. Parte dessa situação decorre da crise econômica, mas muito também tem a ver com a forma de consumo.

Gastando mais do que se ganha, há a certeza de que ficará endividado, cedo ou tarde. Isso pode ser evitado justamente com o consumo planejado.

Ao colocar tudo na ponta do lápis e ao se preparar para fazer aquisições, os riscos de se exceder diminuem. Assim, é mais fácil manter todas as contas em dia.

A consciência de aquisição fica maior

As compras de impulso são aquelas feitas sem muita consideração, especialmente porque são de valores menores. Embora uma casa ou um carro não sejam comprados por impulso, há vários outros produtos que são adquiridos dessa forma.

Por outro lado, quando há planejamento, é mais fácil ponderar sobre a necessidade ou a possibilidade de adquirir um item. Assim, você evitará fazer uma compra somente porque estava na liquidação ou porque parecia atraente.

Além de contribuir para suas finanças, trata-se de algo que ajuda o meio ambiente, pois oferece maior responsabilidade e sustentabilidade.

O poder de compra fica mais elevado

Um dos problemas das dívidas é que seus juros são grandes ralos de dinheiro. Ao ficar inadimplente, termina gastando muito mais do que precisaria fazer se cumprisse com os prazos e perde poder de compra.

Além de ajudar nesse sentido, o consumo planejado ainda permite que você explore possibilidades estratégicas.

Ao recorrer a um consórcio, por exemplo, pode fazer uma aquisição planejada, poupando todos os meses, e evitando o comprometimento das finanças.

Com uma boa estratégia e muita disciplina, é possível realizar cada vez mais sonhos e fazer o seu dinheiro render.

O foco no futuro é favorecido

Ter visão de futuro na hora de usar o seu dinheiro é muito importante, já que nunca se sabe o que vem pela frente. Sair do aluguel e comprar uma casa própria, por exemplo, garante que você construa patrimônio e fique seguro quanto a isso.

O mesmo vale para comprar um carro ou fazer uma viagem. Em vez de usar a reserva de emergência ou de se comprometer além do necessário, o planejamento surge como uma forma de se preparar e de se proteger.

Assim, dá para ter tudo aquilo que deseja e que seu dinheiro pode comprar, além de contribuir para a construção de um patrimônio robusto.

O consumo planejado permite que você economize, poupe e pense no futuro. Tudo isso é feito sem que tenha que abrir mão do que deseja comprar, garantindo satisfação e uma ótima relação com o dinheiro.

Você já adota ou pensa em usar essa prática? Conte nos comentários!

Adicionar comentário