Como funcionam as assembleias de consórcio?

assembleias de consórcio

Depois de entrar em um grupo de consórcio, é fundamental ficar de olho nas assembleias. Essas reuniões periódicas são fundamentais para que todos os integrantes tornem-se proprietários do veículo ou do imóvel, por exemplo.

Ao mesmo tempo em que são obrigatórias e muito importantes, muita gente não compreende exatamente o funcionamento desses elementos. Portanto, antes de se tornar um participante é fundamental compreender como elas funcionam.

Para que não restem dúvidas, continue lendo e veja tudo sobre como as assembleias de consórcio são realizadas.

Para que servem as assembleias de consórcio?

Basicamente, essas reuniões periódicas têm um objetivo principal: a contemplação. É nesses “encontros” que são anunciados os vencedores dos bens desejados. Imagine, por exemplo, que com o valor arrecadado no mês é possível comprar 4 itens, dos quais 2 serão sorteados. Na assembleia, ocorre a escolha aleatória dos números que identificam os dois felizardos.

Além disso, é nesse momento em que ocorrem as ofertas de lances. Dependendo de cada administradora, há os livres, os fixos e/ou os embutidos. No livre, torna-se proprietário quem der a maior oferta. Já no fixo, todos os que ofertarem o valor participam de um sorteio à parte. Ao final, os bens previstos são distribuídos entre os sorteados e os contemplados pela modalidade do lance.

Eventualmente, ela também serve para discutir assuntos de interesse do grupo, como a expulsão de membros pelo descumprimento de contrato, comunicados sobre a inadimplência ou divulgação dos valores de reajuste anual da mensalidade.

Elas ocorrem presencialmente?

Com o avanço da tecnologia, uma das grandes vantagens é que as assembleias de consórcio já não precisam acontecer de forma presencial. É possível fazer as reuniões de maneira virtual, como pelo site da administradora.

O processo é bem simples: a data e o horário são marcados e todos os interessados devem “comparecer”. O acesso é restrito e somente quem tem a cota ativa pode participar dos sorteios ou dos debates e decisões dessa etapa. Mesmo quem não estiver online no período tem a chance de ver a gravação de tudo o que foi decidido, debatido e sorteado, de modo a se manter a par.

Embora seja progressivamente menos frequente, elas também são feitas de forma presencial por algumas empresas.

Qual é a frequência de realização?

Não existe um período máximo ou mínimo para a ocorrência desses encontros. Cada administradora pode definir quais são os períodos mais indicados, de modo a atender a seus participantes. Tudo depende do valor do consórcio, do nível de inadimplência e do tamanho do grupo.

Em geral, há, no mínimo, uma assembleia por mês. Muitas optam por realizações quinzenais, mas cada caso é avaliado individualmente. O fato é que, ao final, todas as cotas ativas são contempladas.

Quem não participa das reuniões pode ser contemplado?

Diferentemente do que muita gente pensa, a presença nas assembleias não é obrigatória — apesar de ser extremamente desejável e recomendada, já que é do máximo proveito de todos os envolvidos.

Com isso, até quem não participa, presencial ou virtualmente, pode ser contemplado por sorteio. A única barreira para ser sorteado é se a cota estiver inativa, como por falta de pagamento. Para dar lances, entretanto, é preciso marcar presença.

O que são as assembleias extraordinárias?

Como o próprio nome indica, as assembleias de consórcio do tipo extraordinárias acontecem em situações especiais e não previstas inicialmente. Nessas reuniões, não são realizados sorteios ou contemplações e, em vez disso, são decididos assuntos de interesse comum.

É o caso de fazer votações para mudanças variadas das regras de contato, que vão do tempo de duração do grupo a determinações sobre o valor do lance fixo ou punições para inadimplentes, por exemplo. Nesses encontros extras, todos os presentes são consultados para que uma decisão democrática seja tomada.

Ao entender o funcionamento das assembleias de consórcio, é mais fácil aproveitar tudo de um jeito informado. Depois de saber isso, basta buscar uma empresa de confiança e o melhor grupo para os seus interesses.

Se ainda tiver alguma outra dúvida, use o espaço nos comentários e participe!

Adicionar comentário